Pesquisa
×
false

Práticas recomendadas para apoiar os pais na aprendizagem remota

Com a quarentena nas escolas, os pais se tornaram mais do que cuidadores e trabalhadores, assumindo um novo papel de professores. Nestes tempos incertos, é difícil dizer quando as coisas voltarão completamente ao "normal", mesmo que as escolas estejam abertas. Essa situação tem provocado todos os tipos de respostas dos pais. Muitos elogiaram os professores por sua dedicação, enquanto outros se sentem ambivalentes em relação à aprendizagem remota.

A verdade é que, dadas as circunstâncias, esses sentimentos são normais, e nenhum pai deve se sentir mal por não conseguir fazer tudo. As escolas podem tirar um pouco dessa pressão de seus ombros.

Afinal de contas, o envolvimento dos pais é importante em qualquer situação. As altas expectativas dos pais preveem resultados acadêmicos positivos, independentemente da formação dos alunos. Além disso, isso funciona em duas vias: os pais ficam felizes em se envolver no processo de aprendizagem porque esperam que seus filhos se saiam bem e, por estarem ajudando ativamente, seus filhos acabam realmente se saindo bem na escola.

Práticas recomendadas para apoiar os pais na aprendizagem remota

Agora, mais do que nunca, as escolas precisam estabelecer um bom relacionamento com os pais, pois suas ações e expectativas desempenham um papel importante na aprendizagem remota, especialmente para os alunos mais jovens, que ainda não desenvolveram as habilidades necessárias para estabelecer metas e padrões para si mesmos.

O primeiro passo é dar aos pais acesso à sua plataforma de aprendizagem por meio da atribuição de contas para os pais. Com essas contas, eles podem se comunicar facilmente com os professores e outros funcionários da escola e acompanhar o progresso de seus filhos.

Confira outras etapas a serem seguidas para apoiar os pais durante a aprendizagem remota:

Defina metas e expectativas realistas

A aprendizagem remota, assim como a aprendizagem em sala de aula, é orientada a objetivos. Durante as aulas, os alunos não precisam estar cientes de cada objetivo de aprendizagem. No entanto, eles precisam saber o que estão buscando em ambientes de aprendizagem remota. Para os alunos mais novos, é aqui que os pais costumam intervir.

Como professor, você deve ter objetivos claros, com explicações logo no início de cada aula on-line. Com isso, os pais têm mais facilidade de oferecer ajuda, se necessário. Por exemplo, usando Ambientes virtuais de aprendizagem, comece cada seção descrevendo quais metas os alunos alcançarão, porque essas metas são importantes e como eles farão isso. Com isso, os pais têm mais facilidade de oferecer ajuda, se necessário.

Por último, mas não menos importante, suas metas e objetivos de aprendizagem devem ser o mais realistas possível. Os pais já estão desafiando limites para conseguir fazer tantas coisas nesse período. Um bom conselho é que todos os professores trabalhem juntos e tentem encontrar um cronograma comum em que os alunos não fiquem sobrecarregados com muitos trabalhos para entregar ao mesmo tempo.

Como tornar os planos de aula mais flexíveis

Quantos pais estão disponíveis o dia todo para as aulas? Um terço? Metade? Talvez nenhum? A verdade é que, a menos que exista uma sala de aula muito homogênea, você verá uma variedade de situações. Os diferentes níveis de envolvimento dos pais podem criar disparidades no desempenho dos seus alunos.

Alguns pais têm tempo para revisar todos os recursos que você publica, enquanto outros só tem tempo para checar seus usuários na plataforma, ajudando quando podem. Desde que os alunos tenham todos os recursos de que precisam, seus pais não precisam estar lá o tempo todo.

Além disso, antes de atribuir tarefas que exigem muita ajuda dos pais, você deve considerar o quão realista isso é para cada família. Na verdade, este é um bom momento para os alunos aprenderem a gerenciar a aprendizagem por conta própria na maioria das vezes. Caso contrário, datas de entrega mais flexíveis para trabalhos são uma boa ideia.

Encontre valor em pequenas oportunidades de ensino

Para melhor ou pior, atualmente as famílias estão juntas a maior parte do tempo. Esta é uma rara oportunidade para os pais mostrarem às crianças coisas que eles provavelmente queriam ensinar, mas nunca tinham tempo. Consequentemente, é importante ressaltar o valor desses momentos. Os alunos podem aprender sobre sua história familiar, como lidar com dinheiro e orçamentos ou simplesmente atividades do dia-a-dia, como cozinhar.

Atribuir pequenas tarefas, como aprender jardinagem ou fazer experimentos científicos simples na cozinha incentiva os pais a aproveitarem esses momentos para se conectarem com os filhos.

A ideia é que a educação informal é tão importante quanto a formal. Fazer essas atividades opcionais (sem nota) ajuda os pais a orientar seus filhos e/ou desenvolver mais confiança em suas habilidades de ensino.

Tenha um sistema de apoio organizado

Agora, mais do que nunca, é importante cultivar um bom relacionamento entre pais e professores. Em muitos casos, isso é uma responsabilidade dos professores. No entanto, os pais também podem oferecer apoio uns aos outros. É por isso que reunir todos pode ser tão simples quanto criar um grupo para os pais no seu AVA. Nesse grupo, eles podem fazer perguntas e oferecer conselhos quando necessário.

Caso contrário, organizar encontros semanais com os pais também é uma boa ideia. Porém, caso seja algo que possa ser resolvido por mensagem ou e-mail, uma reunião presencial ou uma videochamada não é uma necessidade absoluta.

Um sistema de apoio organizado também significa que todos os professores concordam em alguns pontos. Por exemplo, eles podem receber e enviar mensagens por meio do AVA, para que todos saibam que existe um método principal de entrar em contato com os professores. Ter muitas plataformas separadas para comunicação reduz consideravelmente a produtividade e pode até mesmo impedir que os pais entrem em contato.

Reflexões finais

Trabalhar em equipe significa dar aos pais uma visão das atividades diárias, definir metas e expectativas realistas, estar atento às diferenças culturais e ter um ótimo sistema de comunicação. Mais do que isso, trata-se de tranquilizar os pais de que eles têm todo o seu apoio para fazer o melhor possível.

TABLE OF CONTENTS
f-image t-image pin-image lin-image